Image Map

Imagine Liam Payne | Clichê (Pedido)

em 10 de maio de 2017 |



Pedido por: Duda Vitorio


Liam havia tirado um tempo de folga para dedicá-lo à (seu nome), sua namorada. Ele vem trabalhando duro em seu álbum solo que mal pode se dar o luxo de respirar fora do estúdio, ele quer que tudo seja impecável para sua estreia sem os amigos. (Seu nome) entendia a dedicação do namorado em seu trabalho e não criava caso com o pouco tempo que eles tinham para se curtir, ela sabe que é o sonho dele e por mais que ele a ame, ele também ama o que faz e ela é uma grande fã do trabalho dele.
Agora os dois estão deitados no sofá, (seu nome) com metade do corpo sobre Liam, perna direita entre as dele enquanto tem as costas sendo acariciadas com lentidão. Os dois assistem um filme de romance apenas querendo ficar próximos curtindo a presença um do outro.

— Esse filme é tão clichê... — Liam comentou baixo, eles não precisavam falar alto pela proximidade.

— É por isso que eu gosto dele... Durante a minha adolescência eu me baseava em filmes assim para pensar no meu futuro. O príncipe encantado parecia tão fácil de encontrar.

— E você se deu conta de que é tudo uma grande besteira? — Liam deu um tapinha na bunda da namorada.

— Eu me dei conta que nada acontece como nos filmes, cada um tem o momento mágico que merece. O meu foi quando você me pediu ajuda com a máquina de lavar na lavanderia e misturou nossas roupas sem querer. — (seu nome) não conseguiu não sorrir ao se lembrar.

— Eu tenho que confessar uma coisa... Não foi sem querer. — (seu nome) levantou sua cabeça do peito de Liam para poder olhar em seu rosto se era verdade o que ele estava falando — Foi de propósito mesmo, foi para ter um motivo para conversar com você outra vez.

— Me sinto enganada. — (seu nome) disse depois de alguns segundos com a boca aberta — Você é um safado! — ela riu dando um tapa no ombro de Liam — Com quantas mais você fez esse seu truque?

— Só com você. — ele riu — Eu gostei da forma atenciosa e paciente que você agiu comigo. Qualquer outra pessoa iria me xingar por eu ter dado tanto trabalho.

— Eu percebi que você era só um riquinho que nunca tinha ido a uma lavanderia... Era um mundo novo para você, tanto que eu poderia dizer que você estava um pouco assustado. — (seu nome) riu sendo acompanhada por Liam.

— Eu estava com medo da minha roupa encolher... — Liam fez bico rindo ainda mais com a namorada.

— Você é um bobo. — (seu nome) negou com a cabeça e voltou a deitá-la sobre o peito de Liam.

Eles voltaram a assistir o filme em silêncio, era a parte que (seu nome) mais gostava e Liam sabia disso porque ela não perdia a oportunidade de fazê-lo assistir esse mesmo filme. Ele já havia enjoado até do nome, mas não a diria porque sabe que para tem certa importância, eles se beijaram pela primeira vez no cinema e era esse filme que passava no telão.
O filme acabou com mais alguns minutos e (seu nome) se sentou com os olhos cheios de lágrimas por causa do final, ela sempre se emocionava, não importa o número de vezes que já tenha assistido.

— Eu não entendo você... — Liam riu, também se sentando enquanto olhava os olhos da namorada — Já assistimos esse filme incontáveis vezes e você sempre chora com esse final. Você já deveria ter adquirido uma resistência a ele, chorona.

— E você deveria ser mais sensível e me beijar, ogro. — (seu nome) fungou limpando a lágrima que escorreu de seu olho — Antes que eu vá beijar o Brad.

— Você pode ir agora se quiser... Duvido que ele vá querer beijar você. — Liam dei de ombros.

— O que você quer dizer com isso? Por que você está falando assim, Liam? — (seu nome) olhou nos olhos dele — Você já foi mais sensível comigo, agora está dizendo eu não poderia receber um beijo do meu ator favorito. Você está querendo dizer que eu sou feia demais para ele?

— Não foi isso que eu disse.

— Claro que foi! É por isso que você tem falado mais comigo por telefone do que pessoalmente? Minha feiura queima seus olhos? — (seu nome) se colocou de pé em frente a Liam.

— Não coloque palavras na minha boca, você sabe que não foi isso que eu disse.

— Eu vou poupar você e suas retidas. — (seu nome) pegou a bolsa sobre o outro sofá e caminhou apressada até a porta — Eu vou embora!

Batendo a porta, (seu nome) deixou Liam para trás enquanto caminhava rapidamente para longe, ela esqueceu que estava de carro passando direto pela garagem e saindo no portão. Ninguém pode culpá-la pelo seu modo de agir, não se brinca com uma mulher com TPM.
Liam ainda tentava processar o acontecimento recente, ele nunca falaria algo do tipo para (seu nome), ela não é feia e mesmo que fosse isso não mudaria nada, ele ama a pessoa que ela é e não sua aparência. Levantando-se rapidamente, ele correu para fora de casa e pôde ver que o carro dela ainda estava na garagem, ela não teria ido longe apenas caminhando, então ele correu para fora do portão vendo a silhueta dela quase curvando a rua. Ele correu atrás dela ignorando o fato de estar descalço e sem camisa, estava um pouco frio e o céu escuro estava nublado dando o sinal de que não demoraria a chover.

— (Seu nome)! — Liam gritou e logo percebeu que não foi uma boa ideia, ela apressou os passos e ele teve que correr ainda mais para alcançá-la.

— Me solta, Liam! — (seu nome) puxou o braço assim que sentiu a mão de Liam a segurando.

— Para com isso, amor... Você sabe que eu não disse e nunca diria algo do tipo a você. — ele a segurou firme para não dá-la chance de escapar.

— Você foi um idiota comigo. — (seu nome) disse com a voz chorosa.

— Eu fui sim, amor... Me perdoe. — Liam assumiu a culpa para que ela não continuasse tentando se afastar — Não foi por querer, ok?! Eu só estava brincando, princesa. — ele acariciou o rosto dela.

— Eu não gostei dessa brincadeira...

— Eu sei... Me desculpe.

(Seu nome) apenas assentiu e Liam a puxou pela cintura iniciando um beijo e como nos filmes de romance algumas gotas de chuva começaram a cair intensificando a cada segundo. Nem se tivessem planejado o momento sairia tão perfeito, foi natural como nos filmes que (seu nome) adora assistir.

— Vamos para casa... — (seu nome) sussurrou sobre os lábios de Liam assim que parou o beijo — Não quero que fique doente.

Eles voltaram para a casa de Liam de mãos dadas rindo e conversando sobre qualquer coisa, o desentendimento bobo foi esquecido pelos dois e o resto da noite foi só beijos e conversas de travesseiro.


Ficou um pouco pequeno, mas espero que tenham gostado

4 comentários:

Hey! Obrigada por comentar! ♥
— Por favor, se comentar em anônimo deixe seu nome, apelido ou o que preferir no final do comentário como assinatura.
— Não use xingamentos e não desrespeite qualquer membro deste blog, desde leitores á autores.
— Comentários maldosos serão apagados.
— Críticas construtivas são bem aceitas.
— Cada um tem sua opinião, então respeite.
— Não esqueça que seu comentário nos anima a postar cada vez mais.