Image Map

Imagine Harry Styles | Future Teacher (Pedido/Parte 2)

em 26 de janeiro de 2016 | 16 comentários:


Pedido por: Ana Paula
Comentem, por favor.

— Senhorita? Está tudo bem com você?
A voz do diretor pode ser ouvida em meio ao zumbido em que estavam os ouvidos de (Seu nome), ele e os alunos a encarava e podiam jurar que nunca viram uma pessoa ficar tão branca quando a nova professora estava.
Harry ou Edward percebeu que algo estava errado, ele já havia a visto antes e ele tem certeza que a cor que ela estava no momento não é sua cor habitual.
Andando calmamente até ela, Harry se pôs a sua frente.
— Tudo bem professora?
E isso foi o bastante para que (seu nome) caísse em seus braços completamente inconsciente.
Alguns minutos depois de ser levada a enfermaria (seu nome) não havia acordado, seu desmaio causou alvoroço nos alunos que presenciaram a cena e o diretor ficou na sala para acalmá-los, mas um deles se recusava a se retirar do lado da mulher desmaiada.
Com alguns resmungos (seu nome) foi recobrando a consciência e assim que seus olhos se abriram as esmeraldas de Harry quase a engolia de tão próximos que seus rostos estavam.
— Eu achei que você não acordaria mais... Está a quase vinte minutos desmaiada. - Harry falou baixo para não assustá-la
— O que você faz aqui? - sussurrou colocando a mão sobre a própria cabeça
— Eu fiquei preocupado...
— Não aqui... Eu quero dizer na escola, em Holmes Chapel. - empurrou-o minimamente para poder se sentar sem que seus rostos ou lábios se encostassem
— Eu estudo aqui. - apontou para seu uniforme - E moro nessa cidade desde a minha vida toda.
— Merda, merda, merda... - murmurou com os olhos fechados- Você mentiu para mim, me enganou. - ela o encarou
— Eu apenas acrescentei alguns anos a minha idade, só isso apenas. - deu de ombros
— Só isso apenas? Você diz só-isso-apenas? - se desesperou - Meu Deus, eu sou sua professora... Aquilo não podia nunca ter acontecido. - levou as duas mãos em seus cabelos - Isso é tão errado, eu já sabia que era um erro porque mesmo mentindo eu era muito mais velha, eu achei que não te veria nunca mais e você ressurge na minha vida de novo. - disparou
— Ei Calma! - ele segurou as mãos da mulher a fazendo o olhar - Não sabíamos que você seria minha futura professora e de qualquer forma... Você manda muito bem com a boca. -riu
— Me respeita seu moleque! - ela puxou suas mãos das dele - Saia daqui e me deixe em paz. - falou firme apontando para a porta
Harry levantou as mãos em sinal de rendição e se retirou da sala, (seu nome) suspirou olhando a porta se fechar e voltou a deita-se na maca desejando estar apenas sonhando, mas tudo parece está contra ela quando vê o diretor entrando na sala, ela só queria ficar sozinha.
— Se sente melhor senhorita? - o homem grisalho parou alguns passos em frente à maca - Se quiser ir para casa ou...
— Eu estou melhor sim senhor Grimshaw, creio que foi apenas uma queda de pressão. - se colocou de pé
— Se sente em condições de dar suas aulas ainda hoje? - ele a analisou
— Sim senhor, eu estou ótima. - pegou a bolsa se preparando para sair - O senhor me acompanha novamente a sala de aula?
Depois de ser acompanhada até a sala, (seu nome) respirou fundo e levou sua mão um pouco tremula a maçaneta e a girou empurrando a porta levemente, diferente da primeira vez os alunos estavam sentados e o jovem diabo de olhos verdes se encontrava em uma carteira de frente e colada à grande mesa do professor.
Com um suspiro a mulher caminhou para dentro da sala fechando a porta e saudando os alunos com um baixo "Bom dia" enquanto caminhava até a mesa onde deixou sua bolsa.
— Bem... - colocou-se de pé em frente à sala cheia de adolescentes - Desculpe o incidente de alguns minutos atrás. - sorriu fraco
— Tudo bem professora, é normal desmaiar olhando a cara feia do James. - uma garota loira disse do fundo fazendo a sala rir
— Você é tão gostosa, Avril. - um garoto, James, retrucou com ironia
— Acho que temos que nos apresentar. - ignorou os comentários anteriores notando os olhos verdes fixos em sua pessoa, o que já a incomodava - Eu sou (seu nome completo) a nova professora de história, estarei aqui nessa sala duas vezes por semana, mas vocês poderão me encontrar facilmente pela escola nos outros dias caso tiverem alguma dúvida na matéria. - sorriu - Alguma pergunta? - um garoto loiro levantou a mão - Qual a pergunta?
— Como devemos chamá-la? Senhora ou você? Porque sua aparência não é tão velha. - (seu nome) riu um pouco
— Podem me chamar de você, mas se alguém não se sentir confortável para tal, pode chamar de senhora mesmo. - sorriu para o garoto
— Você está bem professora? - o mesmo garoto perguntou
— Estou sim, obrigada pela preocupação... Foi só um mal estar passageiro.  - o loiro sorriu - Alguma outra pergunta? - o dono dos olhos verdes levantou a mão e o coração da mulher disparou
— Nós podemos procurá-la por outros assuntos que não sejam relacionados à matéria? - ele a encarava com um sorriso brincando no canto dos lábios
— Creio que não serei de muito ajuda para assuntos que não sejam relacionados à minha matéria. - respondeu rude, atordoada com a provocação e respirando fundo resolveu continuar - Quero que me digam o nome completo de vocês e idade para nos conhecermos melhor... Você loirinho! - apontou para o garoto simpático que havia a feito as perguntas e a professora poderia jurar que algo parecido com raiva tomava conta do olhar de Edward
— Me chamo Niall Horan e tenho dezessete anos. - sorriu com as bochechas vermelhas fazendo a mulher sorrir maravilhada com tamanha fofura
— Sou Harry Edward Styles! - disse entre os dentes dando ênfase no nome do meio - Tenho dezesseis anos e amo história, amo tanto que poderia facilmente contar uma de como me dei bem na noite de sábado. - encarou a mulher que engoliu em seco
— Não tratamos desse tipo de história na minha aula, senhor Styles... Talvez esteja confundindo com os contos infantis que acontece no jardim de infância. - (seu nome) retrucou retribuindo o olhar com a mesma intensidade
— Posso garantir que o meu conto é bem erótico para ser infantil... Algo sexual que deixe marcas no pescoço. - todos da sala notavam a tensão que rodeava os dois e ao citar marcas no pescoço os olhares dos colegas de sala foram direcionados a seu pescoço o que causou murmúrios no fundo da sala
— Se o senhor não se calar e parar de atrapalhar a minha aula, serei obrigada a te mandar para a sala do diretor. - esbravejou mantendo o tom médio, ela não queria assustar os seus alunos no primeiro dia de aula e ser rotulada como megera
— Talvez ele seja mais interessado do que você a ouvir as aventuras de um aluno e sua desconhecida futura pro...
— Chega! - (seu nome) perdeu a paciência e bateu sua mão fortemente sobre a mesa do de olhos verdes assustando alguns alunos inclusive Niall - Desculpem... - suspirou - Desculpe Niall. - o garoto assentiu
Harry olhou para trás vendo o garoto loiro encolhido em sua cadeira e com as bochechas rosadas por receber a atenção da professora e dos colegas de sala, ele só conseguia se perguntar o porquê do tomate patético conseguir mais a atenção da mulher do que ele.
“Talvez ela já tenha transado com ele...", pensou maldoso.
Niall ao perceber o olhar furioso do Styles direcionado a si, encolheu-se ainda mais em sua cadeira, ele não queria ser odiado em seu primeiro ano na escola.
O sinal tocou assim que o último aluno se apresentou. (Seu nome) se despediu e saiu da sala sobre o olhar faminto de Harry Styles, ela diria que não seria nada difícil dar aula para a turma de dezesseis a dezessete anos se não tivesse o garoto problema ao qual ela havia pagado um boquete no final de semana.
Ela só pedia a Deus para que os alunos não tivessem entendido o que Harry queria dizer com tudo aquilo que falou para ela, tudo que ela menos precisa no momento é perder o respeito de seus alunos ou ser demitida por ter feito um oral em seu aluno mesmo que tenha feito antes de ser professora dele.

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
Hey Angels! I'm Back! ♥
Eu acabei de fazer essa parte e está fresquinha para vocês :)
Comentem o que acham e eu acabei de perceber que esse é mais um dos pedidos que não especificaram se quer que eles ficam juntos ou não no final. Eu fico confusa de como vocês gostariam do final, algumas gostam do clichê que eles sempre ficam juntos e eu gosto do que não fiquem juntos e não sei se tem gente aqui que tem o mesmo gosto que o meu :/
Por hoje é só... Um beijo e um queijo! ♥
Ps:. Eu tive uma ideia, mas não sei se vão gostar, eu preciso da opinião de vocês...
Querem que eles se entendam ou querem que o Harry vire meio que um psicopata, mas que não fique com ela no final. Qual vocês preferem?  

Imagine Liam Payne | A Cura Lésbica (Pedido/Parte 2)

em 22 de janeiro de 2016 | 15 comentários:



Parte 1
Pedido por: Jessica Moura 
Comentem, por favor.

(Seu nome) não poderia negar, depois de uma semana inteira recebendo bilhetes de um possível admirador secreto algo nela mudou. Ela tinha certeza de que era uma pessoa do sexo masculino pelo último bilhete que recebeu.
Caras como eu sempre querem sair com garotas como você.
Sim, isso foi um convite.
E ai? Você topa?
                                              - L
Ela só queria entender como ele saberia que ela tinha aceitado, não é como se ela pudesse chegar para ele e dizer: "sim... Eu aceito seu convite", ela não faz ideia de quem ele seja.
(Seu nome) se sente culpada por estar meio que se afastando de Brianna, quando ela percebe já afastou completamente a garota com alguma desculpa esfarrapada, isso já virou rotina, tudo culpa de um anônimo idiota que a fez ficar completamente ensandecida.
Brianna já desconfiou que tudo que (seu nome) faz ultimamente é afastá-la, mas ela finge não saber, ela sabia que uma hora ou outra a amiga encontraria outro caminho, isso foi deixado em pauta desde que começaram a ficar, ela só espera que a amizade não seja perdida no meio dessa história toda.
A mente de Liam já trabalhava em como executar o segundo passo que daria para vencer a aposta, o primeiro foi concluído com êxito o que o deu bastante confiança para a segundo.
Quarta-feira.
Liam acordou disposto a fazer acontecer, levantou mais cedo, preparou a mochila e foi para a escola. Ele precisaria chegar antes de (seu nome) e se revelar para ela onde tudo começou, no armário.
Já fazia exatos dez minutos que Liam estava em pé encostado no armário esperando por (seu nome), alguns alunos estavam pela escola que ainda estava vazia comparado a quantidade de pessoas que estão pelos corredores quando toca o sinal.
A atenção de Liam foi chamada para o barulho de passos no fim do corredor e lá estava (seu nome) caminhando em sua direção mais produzida que o normal, até maquiagem ela estava usando, não que ela precisasse.
Ela andava em direção a Liam procurando algo em sua bolsa e quando estava chegando acidentalmente sua bolsa caiu fazendo com que alguns objetos se espalhassem pelo chão próximo aos pés de Liam.
(Seu nome) ajoelhou-se rapidamente começando a recolher seus pertences e logo duas mãos entraram em seu campo de visão a ajudando, ela levantou minimamente a cabeça vendo o cara pouco familiar a sua frente.
Liam ao ver o desastre de (seu nome) com sua bolsa colocou-se prontamente a ajudá-la, pegou algumas coisas do chão enquanto seus olhos não desviavam da cena em que ela juntava com delicadeza praticamente todos os cartões em que ele deixou para ela. Nesse momento ele percebeu que ela estava levando a sério o lance do admirador secreto, mas isso não duraria muito tempo, não é como se ela tivesse tido tempo suficiente para se apaixonar, pensou ele.
Doce ilusão caro Liam.
- Você não precisava se incomodar. - (seu nome) disparou sendo um pouco rude, esse era um dos caras do grupo que mais fazia comentários maldosos sobre sua sexualidade e ela tinha pleno conhecimento sobre isso.
Pegou e guardou rapidamente em sua bolsa os objetos que estavam nas mãos de Liam
- Não foi nada. - ele sorriu
- Eu... Preciso ir ou vou me atrasar.
(Seu nome) se levantou dando poucos passos até seu armário ao qual abriu e analisou-o por algum tempo, nada de bilhete ou rosa, eu estaria mentindo se dissesse que ela não estava desapontada.
Liam se encostou no armário ao lado e ficou a analisar a expressão facial da garota, ela quando se deu conta da presença dele franziu as sobrancelhas.
- Você quer algo? - continuou com a porta do armário aberta
- Sim... - Liam mexeu em sua bolsa e tirou uma rosa de dentro dela - Tenho isso para te entregar. - (seu nome) abriu a boca, mas estava sem palavras
"Será que ele conhece o L?" - pensou inocente
- Você por acaso o conhece?
- Claro, sou eu que as deixo em seu armário. - admitiu vendo uma carranca se formar no rosto de (seu nome)
- Eu já imaginava. - riu sem humor - Bem... Acabou a brincadeira. - fechou seu armário e começou a caminhar para a sala de aula
- Ei! - Liam a alcançou segurando-a pelo braço - Por que está dizendo isso? - virou-a de frente para ele
- Você acha que eu não sei o que seus amiguinhos falam de mim pelas costas? - puxou seu braço da grande mão de Liam - Você já teve um pouco de diversão, agora me deixe em paz. - voltou a andar
- Eu não sou como eles. - a acompanhou ficando ao seu lado
- Não é como se eu fosse acreditar em você. - riu forçado
- Mas eu estou falando a verdade. - virou-a para ele mais uma vez - Acredite, eu não faria isso durante uma semana inteira só por uma brincadeira. - disse olhando em seus olhos - Aceite sair comigo como te pedi no último bilhete e verá que eu não estou mentindo.
Mas uma vez (seu nome) está em guerra consigo mesma, acreditar ou não? És a questão.
Olhando nos olhos dele parece ser muito sincero tudo o que ele diz, mas e se além de idiota como os amigos ele for um bom ator?
- Não sei se posso acreditar... - mordeu a parte interna da bochecha
- Não é uma brincadeira... Eu prometo!
Há pessoas que não conhecem o peso de suas próprias palavras.
- Tudo bem... Eu aceito!
- Pode ser hoje depois da escola? Podemos ir tomar um sorvete. - sorriu
- Pode sim... Mas, por favor, não conte para os seus amigos.
- Ficarei de boca fechada. - fingiu passar um zíper imaginário na boca e riu em seguida
Liam estava pulando de alegria, essa aposta estava no papo, ele ganharia uma grana extra e ainda ganharia mais prestígio em seu círculo de amigos.
A primeira coisa que fez quando (seu nome) saiu foi mandar uma mensagem para David dizendo que a aposta estava praticamente ganha e que o primeiro encontro já estava marcado.
Dizer que não contaria para os amigos foi mais uma das mentiras contadas.
Na saída da escola Liam estava esperando por (seu nome), ele viu Brianna saindo sozinha e constatou que não demoraria para a garota sair também e ele estava certo, alguns minutos depois (seu nome) estava em sua frente.
Eles caminharam para a sorveteria mais próxima e durante todo o tempo Liam puxava a conversa porque (seu nome) está acanhada demais na presença dele, ela sempre mantinha um pé atrás ao responder alguma pergunta feita por ele.
No fim do primeiro "encontro" Liam sugeriu que devessem sair outra vez e como não aconteceu nada de ruim como (seu nome) esperava, ela resolveu aceitar novamente.
No outro dia, depois de passarem quase toda a manhã juntos na escola, Liam buscou (seu nome) às 16 horas para o segundo encontro.
Mesmo sem saber para onde estava sendo levada, (seu nome) o acompanhou e se surpreendeu ao ver uma fachada com grandes pinos e uma bola de boliche grafitados.
Liam havia a levado para jogar boliche e sabendo disso agora (seu nome) estava ainda mais nervosa, ninguém nunca a levou em um boliche, ela se quer sabe jogar aquela bola que todos dizem ser pesada.
Eles entraram e Liam a levou até uma bancada e alugou dois pares de tênis, sendo os seus azuis e os de (seu nome) rosas, ela preferia o azul, mas achou melhor não comentar. Assim que trocaram seus sapatos comuns por tênis antiderrapante, os dois seguiram para a pista de boliche, Liam iniciou a jogada derrubando três pinos e logo depois ofereceu uma bola a (seu nome).
- É... E-eu não sei jogar isso... - ela falou corada desviando o olhar
- Oh, eu sou um idiota né?! - riu sem graça coçando a nuca - Eu deveria ter perguntado antes de te trazer aqui, você deve estar me odiando.
- Não... Não estou! - sorriu - Talvez você pudesse me dar umas dicas de como se joga.
- Sim, claro! - segurou a bola corretamente - Venha aqui, vou te ensinar de um jeito que será impossível não aprender. - (seu nome) se aproximou um pouco tímida e Liam a posicionou em frente a pista - Primeiro você tem que manter a postura ereta... - (seu nome) o fez - Agora você segura a bola desse jeito... - Liam ficou atrás de (seu nome) colocando seus braços abaixo dos braços da garota colando minimamente seus corpos e colocou os dedos dela corretamente nos buracos - E ai você se inclina desse jeito... - ele inclinou seu corpo junto ao da garota a fazendo estremecer - E agora você a joga.
E com a ajuda de Liam, (seu nome) jogou a bola que deslizou no meio somente no começo, logo curvando e caindo na lateral. Nenhum pino foi derrubado.
(Seu nome) ficou olhando a bola até o último instante esquecendo de sua situação com Liam, e da mesma maneira que tentaram a primeira vez, tentaram a segunda e a terceira até que a bola fosse reto e derrubasse pelo menos dois dos pinos.
No momento de euforia (seu nome) comemorou sorrindo e soltando alguns gritos alegres juntamente com Liam pulando em seu colo e o abraçando, esquecendo toda a desconfiança que nutria em relação ao garoto.
Saindo exausta do banheiro masculino onde teve que limpar todas as cabines, Brianna que enxugava o suor de sua testa com as costas das mãos, levantou a cabeça para olhar em direção a que vinha o barulho e presenciou toda a cena.
Ela não acreditava em seus olhos e depois de piscar diversas vezes olhando-os constatou que ela não estava ficando louca.


Hey Angels!
Eu quero me desculpar com a Jessica por falar que eu não demoraria a postar, mas eu estou sem pc, ele está com problema e está na hora da morte, se não resolver vou ficar sem :/
Então, desculpe Jess (olha a intimidade kkkk)
Eu peguei o pc da minha tia emprestado para postar esse capitulo que está pronto a um tempão. 
A Tabatha revisou para mim. Obrigada Baby ♥
Eu decidi que as continuações dos imagines que terão mais de uma parte será por comentário, sendo assim, vocês ganham e eu também :) (eu odeio fazer isso, mas eu estava olhando e te 3 imagines que terão mais de duas partes)
Não sei quando voltarei, mas espero que seja logo.
Um beijo e um queijo!
Até mais ♥
Ps:. Eu não sei nada sobre boliche, então me perdoem se essa parte estiver completamente errada :(

Novo Concurso de ADM

em 12 de janeiro de 2016 | Nenhum comentário:



Mais uma vez o One Di Dreams está de portas abertas para as escritóras de plantão, porém apenas uma poderá fazer parte (por enquanto está aberta apenas uma vaga).
Hoje a tarde a Tabatha me mandou uma mensagem sugerindo abrir vagas para adm por que o blog está muito parado, eu tiver uma rápida conversa com ela e aqui estamos nós com uma vaga em aberto.

→ Será obrigatório seguir o blog para participar. 
Caso for a escolhida e não seguir o blog, perderá a vaga.

→ Queremos uma pessoa que possa postar pelo menos um dia na semana

→ Se a pessoa escrever imagines nas horas vagas, ótimo. 
A lista de pedidos está cheia e precisamos entregá-los algum dia   

→ Nossa preferência é por fanfics que já estão concluida. 
Se a sua ainda não estiver pode se inscrever mesmo assim.

→ Inscrições até 25/02

Se inscreva e boa sorte!