Image Map

Imagine Zayn Malik | Love Stoned (Pedido)

em 28 de fevereiro de 2015 | 5 comentários:



Love Stoned 

Ele estava com um cigarro de maconha na mão, aquele cheiro inundava o quarto.
Pulei para o seu colo, e ele levou o cigarro na boca e logo em seguida soltou a fumaça em meu rosto.
- Sabe que odeio quando você fuma! - eu disse tentando pegar o cigarro de sua mão.
- Mas, adora a sensação que ele me traz.
- Me dá isso aqui! - tentei novamente pegar o cigarro de sua mão. Ele me tirou de cima dele e me jogou para o lado. - Aí - resmunguei.
Ele se colocou por cima de mim.
- Abri a boca.
Assim eu fiz, ele deu uma tragada no cigarro e jogou a fumaça dentro da minha boca, toci e ele sorriu.
Passei a mão em seu cabelo e prendi meus dedos no mesmo, puxei para trás e deu um chupão em seu pescoço.
- Para com isso! - ele disse fechando os olhos.
- Não. - prendi minhas pernas em sua cintura, e mordi meus lábios olhando dentro de seus olhos. - Curte um oral? - sussurrei em seu ouvido e mordi a ponta da sua orelha.
- Curto qualquer coisa com você.
Ele começou a me beijar ferozmente, apertando minha coxa, e já começando pressionar seu membro contra minha intimidade, passou a mão em meu cabelo e o puxou.
Comecei a tirar sua camisa e arranhar suas costas, sua pele tatuada me excitava.
Tirei minha blusa rapidamente e Zayn abriu meu sutiã e jogou para algum lugar do quarto, senti uma mão massagear meu peito esquerdo, enquanto Zayn sugava o do lado direto, ele era feroz e dava mordidas no bico do meu peito o que me fazia gemer.
- Zayn caralho...
Ouvi sua risada abafada, senti uma das mãos irem para a barrar da minha calça, enquanto a outra ainda estava sobre meu seio.
Ajudei Zayn a abrir o fecho da mesma ele a tirou rapidamente e arrancou minha calcinha junto, eu ri. Ele se ajeitou entre minhas pernas e me deu um selinho. Sorri.

 ZAYN POV'S

Dei um selinho em Seunome e desci até sua intimidade, passei os dedos sobre a mesma, senti Seunome estremecer, o que me fez rir, ela sabia que eu era muito bom com os dedos e melhor ainda com a boca.
Vi ela entrelaçar os lençóis por entre em seus dedos e foi quando comecei.
Passei um dedo pela extensão de sua vagina e depois o coloquei dentro da mesma, fazendo movimentos leves e devagar.
- Mais um Malik.
E como ela ordenou coloquei mais um dedo dentro de sua intimidade, agora comecei com movimentos mais intensos e rápidos, eu brincava com meus dedos dentro de sua intimidade, meu parque de diversões particular.
Tirei meu dedo e levei minha boca até a vagina de Seunome e comecei a suga-la com intensidade, eu a chupava com toda vontade e prazer.
Senti as mãos delas em meu cabelo, a mesma o puxou para trás, coloquei uma das minhas mão sobre a sua e senti ela empurrar minha cabeça contra sua intimidade, me fazendo chupa-la com mais vontade. Senti seu mel escorrer em minha boca e ela suspirar, coloquei minha mão em cima de sua intimidade e subi para encará-la. Ela começou a me beijar e novamente prendeu suas pernas em minha cintura me ajeitei dentro dela e comecei a penetrá-la com força a fazendo gemer meu nome em meu ouvido.
Seunome se contorcia contra meu membro o que me dava mais prazer, como ela era gostosa, quem a vê não imagina que essa garota de apenas 16 anos fudia tão bem assim.
Senti as unhas de Seunome fixarem em minhas costas e descer rigidamente por minha espinha me fazendo contorcer, senti o arder da pele sendo rasgada.
- Vadia. Isso vai doer mais tarde.
Ele sorriu e começou a me beijar, eu continuar penetrando a mesma com força. Assim que senti que líquido iria escorrer, tirei meu membro rapidamente de dentro de Seunome, me ajoelhei e a puxei, coloquei meu membro de sua boca, passei a mão em seu cabelo, comecei fazer movimentos de vai e vem, ela chupava bem e eu gostava daquilo, fechei meus olhos e senti as duas mãos de Seunome  em minha cintura, ela começou a fazer movimentos mais rápidos, deslizou suas unhas pelo meu abdômen, o que me fez gemer, senti meu líquido escorrer dentro da boca de dela, ela me empurrou para o outro lado da cama e limpou a boca.
- Minha vez de brincar com você agora - ela saiu da cama e pegou sua bolsa - Trouxe uma coisinha pra gente! - vi ela tirar de sua bolsa, uma algema.
- 'Tá' de sacanagem? - eu a encarei.
- Relaxa Malik.

SEUNOME POV'S

Prendi cada um dos braços de Malik ao pé da cama.
- Agora posso fazer com você o que eu quiser. Vi em um livro e achei interessante.
Peguei um ponte de sorvete de creme que estava no frigobar.
Comecei a espalhá-lo pelo corpo de Zayn.
- Caralho Seunome isso tá muito gelado porra!
Sorri maliciosamente para ele, e comecei a lamber o sorvete que ia de seu pescoço até seu membro, ia dando uns chupões no meio do caminho e via Zayn relutar parar tentar se soltar das algemas o que era impossível.
- Seunome me solta agora, isso não é justo.
- Cala a boca. - terminei de lamber todo o sorvete que tinha espalhado sobre seu copo. - Sorvete de creme é uma delicia, acompanhado de Zayn Malik então nem se comenta.
- Seunome caralho... Me solta.
Sentei devagar em seu membro que ainda estava ereto, e comecei a rebolar em cima do mesmo enquanto Zayn se contorcia, coloquei minhas duas mãos sobre meus seios e os apertei, mordi meus lábios e comecei a quicar sobre o membro de Zayn. Começamos a gemer juntos.
- Zayn... - disse seu nome em um sussurro.
De depende senti as mãos de Zayn em minha cintura, e me virar na cama.
- Achou que ia consegui me deixar preso por muito tempo? - ele me deu um tapa no rosto.
- Aí.. - eu gritei.
- Vadia.
- Cachorro.
Eu o puxei pelo pescoço e comecei a beijar-lo intensamente, mordi seu lábio inferior. Comecei a distribuir mordidas pelo seu pescoço.
- Fica de quatro pra mim.
E assim fiz, fiquei de quatro para Zayn enquanto ele fazia sexo anal em mim, e fincava seus dedos em minha cintura.
Ele me penetrava cada vez mais rápido, gememos o nome um do outro várias vezes. Até que chegamos ao ápice juntos.
Zayn se jogou e puxou o lençol o jogando sobre meu corpo suado. Ambos os corpos suados, respirações ofegantes, meu cabelo grudava em meu rosto, olhei para o lado oposto de Zayn, e senti suas mãos colocarem um mecha de meu cabelo atrás da orelha, ele me deu um beijo no rosto, vi o masso de cigarro de Zayn no chão, peguei o mesmo e tirei um cigarro de lá de dentro, peguei o isqueiro que ficava em cima da escrivaninha e acendi o mesmo, dei uma tagada e olhei para Zayn.
- Eii.... Nada disso. - ele tomou o cigarro das minhas mãos. - 'Tá' maluca?
Apertei suas bochechas o fazendo abrir a boca e joguei a fumaça dentro da mesmo, Zayn apagou o cigarro e o jogou para o lado e voltou a me beijar, rapidamente se ajeitou entre minhas pernas e voltou a me penetrar novamente, com mais força que antes.
Eu me contorcia para que os movimentos ficassem mais aliados e gostosos.
Logo já estávamos gemendo e perdidos  prazer, eu não me arrependendo de nada que fiz, me entreguei para Zayn quando acabará de fazer 15 anos, éramos primos, sim, primos. Eu com minha família cheia de regras e coisas caras e Zayn com sua família simples e feliz sem muitas regalias, apesar de termos o mesmo sobrenome de peso: Malik.
Zayn era o cara errado que não tava nem aí pra nada, fumava, se metia em confusões, bebia, um cara cheio de tatuagens, largou a faculdade de advogacia para virar um maloqueiro, pichador de murro.
Eu, patricinha, cursando o ensino médio e fazendo um curso de francês, sem nenhuma nota vermelha no boletim, só queria ser feliz ao lado dele.
A dama e o vagabundo, assim que ele nos denominava.



Hey sweet's, então esse é um pedido da Vivi meu amor, que mora pertinho de mim e tem que vim me vê. Amor, sei que você pediu um hot, hot, mas, isso foi o máximo que consegui fazer e me desculpe se ficou pequeno, me desculpe pelos erros também, espero que você goste. E sim, vejo o Zayn como um bad boy gostoso e perigoso. Escrevi esse mini ouvindo Love Stoned do Justin Timberlake ( outro amor meu, esse gostoso, que fode comigo), então, é isso, espero que gostem e comentem. Bjos

Imagine Harry Styles | Estupro (Parte 2)

em 18 de fevereiro de 2015 | 56 comentários:

Harry acordou no outro dia com uma dor de cabeça horrível, levantou-se da cama e caminhou vagarosamente até o banheiro onde se despiu e entrou no box. Ao ligar o chuveiro e entrar de cabeça em baixo da água gelada, fechou os olhos e forçou-se a lembrar o que havia feito noite passada, apenas se lembrava em pequenos fleches de estar bebendo e olhando descaradamente para as pernas das meninas que dançavam com suas saias extremamente curtas.
Como uma pancada no estômago a cena em que violentava a garota passou claramente em sua mente, arregalou os olhos e entrou em desespero. Como ele pode praticar um ato tão sujo contra a irmãzinha de seu melhor amigo? Onde ele estava com a cabeça? O que o Liam faria quando o encontrasse? Provavelmente o mataria.
Harry terminou de tomar seu banho, enrolou-se na toalha e começou a andar pelo quarto de um lado para o outro pensando no que faria, iria até a casa de Liam e imploraria por perdão ou simplesmente fingiria que nada aconteceu e fugiria para algum lugar bem longe dali?
A primeira opção parece assustadora, Liam se quer o ouviria, seria o típico caso do mata primeiro e pergunta depois, já a segunda opção era a mais sensata para se fazer no momento, esperar a poeira abaixar e então voltar e se explicar.
Sem demora Harry começou a arrumar sua mala jogando as roupas nela sem ao menos dobrar, não teria tempo para ficar arrumando as coisas quando ele estava em uma corrida contra o tempo. Vestiu a primeira coisa que viu em sua frente e desceu puxando a mala fazendo sua mãe que estava na sala o olhar confusa.
Anne: Vai viajar querido? Você ao menos me avisou.
Harry: Decidi de última hora, mãe... - forçou um sorriso - Eu preciso de um tempo para mim sabe?! Quero um tempo para pensar, então será que a senhora poderia não contar para ninguém?
Anne: E para onde você vai? - perguntou preocupada - Até parece que esta fugindo. - brincou e o garoto ficou tenso

Aviso!

em 9 de fevereiro de 2015 | 14 comentários:


Oi Amores! Queria dizer que eu fui convidada a postar em um outro blog chamado Sonhando Com o One Direction e como eu não posto aqui desde o aniversario do Harold queria falar que eu postei hoje lá no outro blog um mini imagine com o Niall, para quem quiser ler aqui esta o link SCOOD.
Eu farei o capitulo de Girlfriend e quando estiver pronto postarei aqui, eu ia escever agora, mas está tarde e amanhã tenho curso de manhã e a tarde vou para a escola... Tentarei fazer o capitulo o mais rapido possivel. Bjos e até mais!

Imagine Harry Styles | Estupro (Parte 1)

em 1 de fevereiro de 2015 | 111 comentários:


Narradora On

Você conhece o ditado que diz: “Quando o gato sai os ratos fazem a festa”?
Ele se aplica perfeitamente a esse momento. Senhor e senhora Payne saíram como de costume para visitar os pais, era assim quase todos os finais de semana, só que dessa vez foi diferente, eles resolveram deixar sua filha mais nova em casa.
Liam Payne, o filho mais velho do casal ficou encarregado de cuidar da irmã de quatorze anos, sendo sete anos mais nova. Sempre que possível Liam fazia uma festa quando os pais estavam ausentes e esse sábado não seria diferente.
Liam logo tratou de mandar um torpedo avisando todos os seus amigos, principalmente Zayn, Louis, Harry, Niall e Andy os quais consideravam como seus irmãos.
Liam teria que pensar em uma maneira de fazer com que a caçula não desça durante a festa e o mais importante, que não conte para os seus pais. Ele conhecia a regra: Nada de festas!
Payne subiu até o quarto de sua irmã vendo-a deitada na cama cantarolando baixinho uma musica qualquer, ele caminhou até a mesma sentando-se ao seu lado que assim que sentiu uma parte do colchão ficar mais funda, sentou-se retirando os fones.
(Seu nome): Oi Lee! – sorriu
Liam: Oi mana... Preciso de um favor seu. – olhou em seus olhos
(Seu nome): Pode falar! – concentrou toda a sua atenção no mais velho
Liam: Eu vou fazer uma pequena reunião com meus amigos... E queria que você guardasse isso em segredo. – pediu cauteloso
(Seu nome): Sim, mas eu posso ir? – perguntou animada
Liam: Você não vai poder ir... – o sorriso da garota sumiu – Mas se quiser eu posso deixar meu notebook com você. – tentou anima-la
(Seu nome): Você sabe que o papai não me deixa usar a internet. – disse ainda tristonha
A verdade é que o senhor Payne protege a filha de tudo, sendo a mais nova e única filha menina de Geoff, (Seu nome) tem que seguir regras mais rígidas que seu irmão. Nada de internet, celular, chegar em casa tarde, sair com os amigos a noite e uma porção de outras coisas, ela só é liberada a usar um MP4 que Liam insistiu o pai a dar.

Imagine Harry Styles | Sadomasoquista (Pedido)

em | 20 comentários:


- Harry querido cheguei! – gritei assim que passei pela porta, acabei de chegar do trabalho e tudo que eu preciso é de um banho.
Joguei minha bolsa no sofá e fui para o quarto que divido com meu marido, Harry, que nesse momento faz sabe-se lá o que está fazendo já que ele está de férias. Subi as escadas devagar segurando no corrimão, passei pelo corredor cheio de porta-retratos meus e de Harry e entrei no nosso quarto o vendo com um livro na mão.
Eu: Oi amor! – caminhei até ele e deixei um beijo rápido em seus lábios
Harry: Oi! – sorriu – Como foi no trabalho? – deixou o livro na mesinha do lado de nossa cama
Eu: Um pouco chato... O de sempre! – tirei meu sapato e logo depois a blusa – Só preciso de um banho. – entrei para o banheiro
Harry: Eu pensei em uma coisa que com certeza vai te animar. – o ouvia dizer enquanto eu estava no banheiro tirando meus anéis, pulseiras, brincos e cordão.
Eu: É mesmo? – apareci na porta – O que é? – perguntei curiosa
Harry: Você disse que precisa de um banho, então vai lá que depois eu te conto... – fez mistério, mesmo sabendo o quão curiosa eu sou – Te quero bem relaxada!
Depois de analisa-lo bem em busca de alguma pista, eu assenti e entrei no banheiro, me despi e soltei os cabelos, entrei de baixo do chuveiro e tentei relaxar ainda pensando no que o Harry está aprontando. Nada se passava na minha cabeça e então resolvi afastar os pensamentos enquanto passava suavemente a esponja por todo meu corpo.
...
Sai do box com uma toalha em meus cabelos enquanto me enxugava com a outra, me enrolei na mesma e tirei a toalha do meu cabelo, ligando o secador e começando a seca-lo. Depois de está com os cabelos secos, abri a porta e sai do banheiro vendo que Harry estava sentado na cama apenas de cueca provavelmente me esperando.
Eu: Vai tomar banho amor? – pergunte ido até o guarda-roupa
Harry: Não... Eu estava esperando por você. – disse baixo no meu ouvido colocando suas mãos em minha cintura
Eu: Ah é? – me virei de frente para ele – Vai me contar agora o que planejou? – passei uma de minhas mãos em seu ombro, enquanto segurava a toalha com a outra.
Harry: Vem aqui que eu vou te mostrar. – sorriu de ladinho me levando até a cama onde me sentei, ele foi até a cômoda e abriu uma gaveta tirando de lá coisas que eu nunca tinha visto nessa casa – Comprei hoje de manhã. – veio até e colocou as coisas ao meu lado na cama
Eu: Para que isso tudo Harry? – perguntei com os olhos arregalados vendo um chicote de couro com franjas, amarras, mordaça e uma coleira.
Harry: Você vive dizendo que devemos inovar no sexo... Está aqui a inovação. – apontou para os objetos
Eu: Você foi muito radical quanto a isso, mas não posso deixar de dizer que achei a ideia excitante. – mordi o lábio sensualmente
Harry: Então você aceita ser minha submissa? – segurou minha mão e me ajudou a ficar de pé
Eu: Só sua!