Image Map

Bring Me To Life | Capítulo 14

em | 2 comentários:




                              Você POV

Zayn me deixou na esquina da rua de Liam então tive que ir a pé, eu estava apenas alguns metros da casa de Liam.
A rua estava escura e fazia um pouco de frio, era praticamente um breu, mais isso não me impediu de avistar Liam na janela.
Quando me aproximei um pouco mais, peguei uma pedra e joguei na janela de Liam, o vi tomar um susto e abrir a janela imediatamente.
Assim que ele me viu fez uma cara de quem estava surpreso, eu simplesmente sorri.
- Vamos dá uma volta? (Eu gritei)
- Fala baixo quer acordar os vizinhos?
Ele me repreendeu.
- Você tem cinco minutos!
Olhei a hora no celular e ele sorriu, logo sem seguida fechou a janela.
Exatos cinco minutos depois o vi saindo pela porta da frente. Ele estava de calça clara, uma blusa de frio preta, tênis e boné aba reta.
- Gostei do boné! (Eu disse pegando o mesmo da cabeça dele e colocando na minha)
- Eu também!
Ele pegou o mesmo e colocou de volta.
- Aonde que ir? (Eu perguntei)
- Pensei que você tivesse um lugar em mente, já que foi você quem veio me procurar!
Eu o olhei.
- Eu não pensei nisso.
- Vamos ao parque!
Ele disse.
- Pode ser.
Fomos andando em direção ao seu carro e entramos no mesmo.

                      Liam POV

Estávamos sentados no mesmo banco em que nos conhecemos tomando chocolate quente.
- Como chegou aqui em Los Angeles? (Eu perguntei tomando um gole do chocolate)
- Bom, cheguei aqui de avião!
- Hahah muito engraçado Seunome!
Ela sorriu de canto.
- Vai me falar?
- Bom, meu pai..
- Esquece essa história do seu pai, eu sei que é mentira. (Eu a olhei) – Se tem uma coisa que aprendi com Zayn é descobrir quando as pessoas estão mentindo. (Ela me olhou) – Vai me dizer a verdade ou não?
Ela abaixou a cabeça e passou as mãos no cabelo.
- Liam não quero que você..
- Eu quero saber Seunome, por favor, me fala o que está acontecendo?!
Ela levantou a cabeça e olhou diretamente em meus olhos.
- Quer mesmo saber?
- Sim.
- Quando eu e Zayn morávamos em Bradford tivemos alguns problemas com um pessoal barra pesada..
- Tipo essas pessoas que usam drogas?
- Não Liam, nós nunca usamos drogas, ok?
- Ok.
- Continuando, a gente fez uma coisa, quer dizer, a gente não fez mais ‘pessoas’ acham que nós fizemos.
- O que? Eu não entendi nada. Vocês fizeram uma coisa?
- Sim, não, quer dizer..
- Se decidi é sim ou não? (Eu a interrompi)
- Pode ser mais ou menos?
- Pode.
- A questão é que nós fizemos uma coisa e as pessoas acham que nós fizemos outra.
- É difícil para você falar, imagina para eu entender. (Fiz uma pausa) – Mais o que vocês fizeram?
- Eu realmente não quero falar sobre isso!
Nós nos olhamos.
- O que eu realmente preciso saber Seunome? (Peguei em sua mão)
- O que você precisa saber que estando perto de mim e de Zayn coisas ruins podem acontecer.
- E se eu disser que não ligo que não me importo com o que pode acontecer?
- Liam você tem que entender que não é questão de escolha, as coisas acontecem sem a gente planejar, não quero colocá-lo em perigo. Eu estava e estou sozinha nessa!
- Você nunca esteve sozinha Seunome, você tinha e tem o Zayn e agora você tem a mim e eu não vou deixar que nada aconteça com você, eu prometo!
Nós nos olhamos, senti que a parti daquele momento eu tinha que proteger e cuidar dela, que a parti dali eu não podia deixá-la sozinha.
Eu me aproximei de seus lábios, e começamos um beijo que por mim podia durar para sempre.


(...)

Imagine Zayn e Niall | Two Lovers (Parte 2)

em | 4 comentários:



Na metade do filme, uma comedia romântica, Zayn me puxou para ficar no meio de suas pernas. Estávamos sentados Niall, eu e Zayn, assim que Niall sentiu meu corpo afastar do seu, ele olhou em minha direção e logo voltou a prestar atenção no filme. Minutos depois senti uma mão me puxar discretamente pro outro lado do sofá, claro, Niall não deixaria barato o Zayn me afastar dele.
Zayn pereceu percebera ação do loiro e me apertou mais em seus braços. Niall o olhou mortalmente e eu só fiquei observando as ações de cada um.
Niall: Zayn solta ela! – esbravejou Horan me puxando pelo braço
Zayn: Hoje é meu sábado!  - Malik me puxou pelo outro
Niall: Ela disse para ficarmos os dois com ela! – me puxou mais forte
Zayn: Mesmo assim, hoje ela é minha! – me puxou de novo
Niall: (seu apelido) fala alguma coisa! – me puxou quase fazendo com que eu caísse do sofá
Zayn: Ela não vai falar nada! – e antes que ele me puxasse eu me soltei dos dois
Eu: Vocês querem me rasgar ao meio? – gritei irritada – A porcaria do acordo tinha data de validade e eu não sabia? – eles me olharam assustados
 Niall: Foi o Zayn que começou.
Zayn: Ata fui eu que fingir estar doente!
Niall: Isso já passou ok?
Zayn: Passou, assim como meu sábado perfeito!
Eu: Parem os dois! – gritei em uma tentativa falha de para a discussão
Zayn: Você se fingi de santo né Niall? – Zayn disse cara a cara com o Niall
Niall: E você se acha o tal né Zayn? – Niall o empurrou com o ombro
Os dois continuaram a discutir e me parecia que a qualquer momento começariam a se matar nessa sala. Eu já tentei gritar e me meter no meio, mas não dava certo. A única maneira é deixá-los preocupados.
Me joguei no chão e fingi um desmaio e logo o falatório parou.
Niall: (seu nome) – gritou e ouvi passos se aproximarem
Zayn: Viu o que você fez Niall! – sentir eles me tocando
Niall: Eu! Você não perde tempo em me deixar fora da vida da (seu nome).
Zayn: Eu nunca fiz isso cara!
Nada parece parar essa briga idiota, isso já ta uma palhaçada. Vou ter que partir pro drama.
Eu: Vocês não vão mesmo parar de brigar? – perguntei baixo abrindo os olhos lentamente
Zayn: Amor você está bem? – colocou minha cabeça em seu colo
Eu: Eu acho que minha pressão caiu, eu não sei... – me sentei devagar – Só me lembro de vocês estarem brigando e... – parei de falar e derramei lagrimas falsas
Niall: Ei amor não chora! – sentou na minha frente e segurou meu rosto
Eu: Vocês ficam brigando e eu não gosto disso. – funguei
Zayn: Desculpa amor, não vamos mais te magoar! – beijou minha testa
Eu: Eu não quero vê-los brigando. – encarei os dois
Niall: Nós não vamos eu prometo! – puxei os dois para um abraço triplo

Bem, um Drama de vez em quando resolve as coisas, eu espero realmente que não briguem mais. Eles são amigos e odiaria ficar no meio dessa amizade.


Ai está gente... Não é um dos melhores e nem um dos meus preferidos, mas é o que eu consegui!


Bring Me To Life | Capítulo 13

em | Nenhum comentário:

Daniella Menezes - Bring Me To Life        

Sai da casa Liam e fui direto para o apartamento de Seunome. Chegando ao mesmo peguei o elevador e subi, ela morava no nono andar de um prédio não muito conhecido em LA.
Bati na porta.
- Seunome sou eu!
Segundos depois ela abriu a porta e eu entrei.
- Então, como foi? Ele acreditou?
- Acho que sim, mais ele está desconfiado. (Fiz uma pausa) – Ele nunca mentiu para mim, não suporto mentir para ele!
- Quer que ele seja mais uma vitima?
- Claro que não! (Eu disse me sentando) – Temos que resolver logo isso!
Ela se sentou.
- Eu acho que, acho que estou apaixonada por ele!
- Eu sei. (Eu a olhei) – Acho que ele também está afim de você, mais que saber de uma coisa? Fica com ele, que mal isso vai fazer, vai lá e fica com ele, amanhã você pode está morta mesmo!
Ela me olhou e nós sorrimos.
- Não quero magoá-lo mais ainda!
- Não vai.
- Zayn você sabe que quando as pessoas se aproximam da gente elas saem machucadas.
- Isso é problema seu e dele, se ele está se metendo onde não foi chamado é por que ele quer se arriscar. Liam é meu amigo, e eu sei que se ele já começou a desconfiar de algo, ele vai atrás até descobrir de tudo, ele tem recursos para fazer isso, o pai dele é muito rico ele descobri o que quer na hora que quiser. (Fiz uma pausa) – Talvez ele possa nos ajudar, já pensou nisso?
- Não Zayn, não vamos colocá-lo nisso!
- A partir do momento que você se apaixonou por ele você já o colocou nessa confusão, é uma questão de tempo para o “Boca” descobrir tudo sobre Liam James Payne!
- Não vou arriscar!
- Você não tem escolha.
- Já disse que não Zayn!
Eu a encarei, ela odiava quando eu olhava diretamente em seus olhos.
- Você sabe que vai ceder!
- Não dessa vez!
Eu a olhei e comecei a contar.
- E um, dois, três, quatro...
- Ok, ok Zayn!
Ela disse me interrompendo.
- Sabia que você não ia aguentar! (Tirei um papel do bolso e entreguei para ela) – Aqui!
- O que é isso?
- O endereço do Liam, os pais dele e as irmãs devem está dormindo.
- Quer que eu arrombe a porta da casa dele?
- A janela do quarto dele é a segunda! (Fiz uma pausa) – Vá se divertir Seunome, por que eu farei o mesmo. (Olhei o relógio) – E além do mais eu já estou atrasado, quer uma carona?
- Sim.
Saímos do apartamento dela e fomos para o estacionamento, entramos no carro e fomos em direção a casa de Liam.
Celular tocando.
- É a tia Tisha!
Parei o carro bruscamente e fomos lançados para frente.
- Droga!
- Ficou louco Zayn?
Eu a olhei.
- Me desculpe!
- Vai atender ou não?
- Não.
Ela deslizou o dedo na tela atendendo a chamada.
- Oi tia Tisha.
Ela ficou em silencio.
- O que foi Seunome?
- Não tia, ele ainda não apareceu! Eu sinto muito.
Coloquei a cabeça no volante e senti as mãos de Seunome em meu cabelo. Ouvi-a dizer ”Sei que está preocupada, mais sei que ele está bem, mando noticias assim que puder”
Ela desligou o telefone.
- Está todo mundo bem?
- Acho que você devia ligar para ela Zayn.
- Não!
Acelerei o carro e seguimos nosso caminho.


...

Imagine Liam Payne | Broken Angel (Parte 2)

em | 5 comentários:

Daniella Menezes           











Parte I
Dias Depois..

Eu estava a caminho da casa de Zayn, de lá nós íamos até o parque encontrar Niall, Louis e Hazz, os mesmos já se encontravam lá.
Não nevava, não fazia frio e nem calor, a temperatura estava agradável, o que era muito bom, já que os últimos dias foram muito frios.
Assim que dobrei a esquina senti um vento muito forte e com ele veio um voz dizendo: “Liam!”, olhei para trás rapidamente mais não vi ninguém. Continuei andando e novamente ouvir a voz de alguém me chamar, só que agora a voz estava próxima e quase reconhecível, me virei novamente mais não vi ninguém.
Assim que me virei para frente a vi. Ela estava linda, seu sorriso perfeito e as bochechas rosadas. Ela estava de cabelos soltos, um vestido preto rodado, com um cinto dourado. Meus olhos lacrimejaram naquele momento, quando me vi já estava correndo em sua direção.
Ela estava de braços abertos me esperando, o seu sorriso contagiante o meu preferido, vi a aliança brilhar em seu dedo, quando eu ia me aproximando dela, senti meu corpo chocar-se contra alguém, cai no chão com o impacto.
XXX: - Liam? “Eu estava tonto e não conseguir dizer nada.” – Liam? “A voz me chamou novamente, agora me sacudindo”
- Zayn? (Eu não tinha certeza se era ele)
- É Liam sou eu! O que deu em você? “Ele disse me levantando” – Ficou maluco? ‘Tá correndo igual um doido pela causada, só faltou jogar pedra!
Eu o olhei sem dizer nada, olhei por cima de seu ombro, mais ela não se encontrava mais lá.
- Você... Você a viu? (Eu disse passando por ele)
- O que? “Ele perguntou confuso”
- Você viu ela? (Eu perguntei novamente)
- Ela quem?
- A seu.... (Fiz uma pausa) – A Sophia? (Eu sabia que se eu dissesse que tinha visto a Seunome ele iria querer me internar.)
- Não! Mais por que você iria querer falar com ela? Vocês não se falam há anos!
Eu e Sophia tivemos um fim de namoro conturbado, ela nunca aceitou o fato de eu ter terminado com ela para ficar com a Seunome, eu também na ajudei quando a trai com a Seunome, mais aconteceu. Tentei me desculpar, mais ela não quis nem ouvir. Quando eu e a Seunome ficamos noivos, foi o fim do mundo, ela vez um barraco e por causa disso eu a Seunome ficamos quase um mês sem se ver e falar.
- Não sei talvez eu fosse me desculpar!
- De novo? “Ele me olhou” – Você está bem Liam?
- Sim!
- Tem certeza?
- Não íamos ao parque?
- Acho que sim.
- Então vamos! (Passei por ele, mais ele não se moveu. Olhei para trás, ele me olhava desconfiado, Zayn sempre sabia quando alguém estava mentindo) – Zayn vamos?
Ele assentiu e veio até mim. A metade do caminhada até o parque foi em silencio, algumas vezes o silencio era quebrado por algumas perguntas de Zayn, e às vezes por sorrisos maliciosos dele quando uma garota bonita passava.

...

Assim que chegamos ao parque, Zayn ligou para Louis para saber onde eles estavam. Os encontramos perto da roda gigante tentando fazer Harry entrar dentro de uma das cabines.
Harry: - Eu já disse que não vou! Me solte!
Ele gritava e todos em voltam olhavam. Não teve como não rir.
Louis: - Ah qual é Harry, entra logo aí!
- Meninos estão todos olhando, parem com isso!
Meu pedido foi em vão, Zayn se juntou a eles para tentar colocar Harry na cabine, que agora estava no colo dos meninos, o mesmo gritava mais alto ainda. Eu ri daquela cena.
XXX: - Parecem que estão na quinta serie né?
Olhei rapidamente e vi a Gemma.
- Você também está aqui?
Gemma: - Pois é né, fazer o que? Por que não vai se divertir também?
- Estou velho para isso! (Eu disse sorrindo fraco, lhe dei um abraço apertado)
Gemma: - Sei que não é esse o motivo! “Eu a olhei sem entender o que ela queria dizer” – Acho que você já devia ter tirado essa aliança!
Eu olhei rapidamente a aliança e meu coração se apertou.
- Não quero ser indelicado, mais isso não é da sua conta!
Eu me virei indo em direção aos meninos, senti ela me puxar.
Gemma: - É da minha conta sim, eu sou sua amiga!
- Olha aqui garota, por que você não vai cuidar da sua vida? Me deixe....
Antes que eu pudesse terminar de falar, eu a vi em uma barraca de urso, ela sorria.
Passei esbarrando em Gemma.
Gemma: - Liam aonde você vai?
Eu a ouvi dizer mais não me virei, apenas andava na direção dela. Assim que cheguei perto o suficiente a gritei, mais ela não se virou. Puxei ela pelo braço e a virei bruscamente.
- Eu te encontrei! (Ela me olhou confusa puxando o seu braço de minhas mãos. Seus olhos verdes me mostraram que ela não era a minha amada. Mais ela parecia tanto, estava usando a mesma roupa, o sorriso de lado tão parecido.) – Me desculpe eu... Eu, eu te confundi com outra pessoa! (Eu disse decepcionado)
Me virei e vi Zayn acompanhado de Gemma e os outros meninos.
Zayn: - Quando você vai esquecê-la?
Vi que sua voz tinha um tom de tristeza e outra de decepção senti meu coração queimar. O que eu estava fazendo?

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
SEI QUE VOCÊS DEVEM ACHAR ESTRANHO UM MINI SEM A PERSONAGEM PRINCIPAL. MAS, SE SAIR DO JEITO QUE EU ESTOU PENSANDO VAI FICAR BEM LEGAL .. ESPERO QUE VOCÊS GOSTEM DESSE CAPITULO.. BJO BJO..
                                                                                MRS. PAYNE
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Imagine Zayn e Niall | Two Lovers

em | 4 comentários:


Seria um sábado comum se eu não tivesse que cuidar de um dos meus amores. Sim ‘um dos’, eu namoro Niall e Zayn há quase um ano. Você deve estar me achando uma vadia, mas eu não posso me decidir entre um dos dois, eu os amo igualmente e chamo isso de amor duplo.
No começo eles brigavam muito, me disputavam, combinamos de que se houvessem brigas eu não ficaria com nenhum deles e deu certo.
Hoje era o sábado do Zayn, ele me levaria aonde ele quisesse como foi no sábado passado com o Niall. Nós passamos a semana inteira juntos, nós três, o sábado é o dia que eu tenho com cada um deles, quem sugeriu isso foi o Zayn, eu e Niall entramos em acordo.
A questão é que justo no sábado do Zayn o Niall ficou doente, eu não conseguiria sair com o Zaz e deixar o Nini sozinho com febre, então eu liguei pro Zayn cancelando o que íamos fazer hoje, mas ele não gostou muito da idéia.
Agora estou eu aqui na cozinha preparando uma sopa pro meu irlandês e esperando um inglês furioso chegar, que segundo o mesmo já estava a caminho.
Ouvi meu nome ser chamado por uma voz sofrida e quase fui voando pra sala, onde se encontra um Niall deitado no sofá e enrolado até o pescoço.
Eu: Oi amor! – sentei no chão ao lado de seu rosto e toquei sua testa – E essa febre que não baixa. – sussurrei indignada
Niall: Fica aqui comigo? – pediu fazendo biquinho
Eu: Só um pouquinho, sua sopa ta no fogo! – beijei sua testa
A porta abriu e fechou num estrondo, olhei em direção a mesma e vi Malik vir até mim.
Zayn: VOCÊ ME TROCOU POR ELE? – gritou apontando pro Niall
Eu: Não grita o Nini ta doente! – o repreendi levantando
Zayn: E você acredita, porque ele não ficou doente no dia em que ele saiu com você? – abaixou o tom de voz
Eu: Ninguém escolhe quando ficar doente, Zayn!
Zayn: Continuo achando que ele não está doente... – se aproximou do Niall que se encolheu no sofá – Aposto que esta fingindo.
Eu: Vem Zayn, vamos na cozinha. – o puxei pelo braço – Senta ai e fica quietinho! – continuei a fazer a sopa
Zayn: (seu nome) eu já tinha o programa perfeito pra nós dois. – falou todo manhoso – Eu ia te levar em um parque, íamos no restaurante que você gosta e depois íamos pra minha casa acabar a nossa noite perfeita!
Eu: Não dá Zaz, não vou deixar o Nini sozinho! – o olhei
Zayn: Está doente... É o que ele diz! – disse emburrado
Eu: Ele ta com febre... – coloquei a sopa no prato pra esfriar – Quer?
Zayn: Não. – se virou de costas
Eu: Zayn dá pra parar? – fui até ele – A gente sai outro dia. – o selei
Zayn: Eu queria hoje!
Eu: Você ta parecendo uma criança birrenta! – apertei suas bochechas
Zayn: E você prefere o Niall! – suspirei e fiquei no meio de suas pernas segurando seu rosto
Eu: Amor eu não prefiro ninguém, eu amo tanto você como eu amo ele. – o selei – Você é meu bad boy e ele meu príncipe! – fiz bico e ele sorriu
Zayn: Você é linda! – me beijou
Ficamos tão envolvidos no beijo que só paramos por uma tosse forçada vinda da entrada da cozinha. Virei e vi meu loirinho ali parado.
Niall: É... Eu to com fome! – disse e Zayn bufou assim que sai de seus braços
Eu: Volta pra sala que eu já estou indo! – falei indo até o armário pegar uma bandeja
Zayn: Niall é um bom ator e você o trata como uma criança! – disse já de pé
Eu: Para Malik, esqueceu o combinado? – ele me olhou insatisfeito
Coloquei o prato sobre a bandeja e caminhei até a sala onde Niall estava sentado olhando o chão.
Eu: Está sentindo alguma coisa Nini? – ele me olhou
Niall: Não queria atrapalhar o dia de vocês! – Zayn fingiu um bocejo
Eu: Tudo bem Nini, nós teremos mais dias! – eu disse colocando a bandeja no colo dele
Zayn: Se o Niall não ficar doente! – murmurou, mas eu ouvi e o olhei feio
Eu: Eu vou colocar o travesseiro na suas costas pra você ficar confortável! – disse ao Niall que logo me olhou assustado
Niall: Na-não precisa, eu estou bem assim! – colocou a mão sobre o travesseiro me impedindo de pega-lo
Eu: Niall é pra você não ficar com dor nas costas!  Puxei o travesseiro e embaixo do mesmo tinha uma compressa de água quente
Zayn: Isso explica a febre! – debochou
Eu: Você mentiu pra mim Niall? – ele abaixou a cabeça – Eu esperava isso do Zayn, mas de você...
Zayn: Ei
Eu: Porque mentiu Niall?
Niall: Eu queria ficar com você, mas como hoje era o dia do Zayn você não ia querer! – me olhou triste
Eu: Caramba nós tínhamos um combinado e você o violou!
Niall: Não fica com raiva de mim, eu só queria ficar mais um pouco com você! – segurou minha mão
Zayn: E nem pensou em mim né Niall, ela é minha também!
Eu: Zayn, por favor!
Zayn: Vai defende ele agora?
Eu: Não estou o defendendo, mas vamos ficar nós três juntos hoje!
Niall: Serio? – sorriu
Eu: É, mas você ta devendo um dos seus sábados ao Zayn! – falei e ouvi o Zayn comemorar
Niall: Mas...
Zayn: Você não está em condição de argumentar nada Niall!

Selei os meus meninos e nos ajeitamos no sofá pra assistir um filme.  
Não ficou lá essas coisas, mas eu estou há um tempo sem postar nada e eu tentei 'só tentei mesmo' fazer esse mini. Bom é isso... Beijos!!! ♥


Imagine Liam Payne | Broken Angel (Parte 1)

em | 6 comentários:


Daniella Menezes   
Londres – Inglaterra

Dias atuais...

                      Liam POV

Eu estava em frente à porta imóvel esperando ela se abrir, para eu vê a pessoa que eu mais amava nesse mundo.
Todos os dias eu ficava ali, imóvel, esperando ela que nunca chegava, mas, eu sentia, eu sabia que ela iria chegar, como todos os dias.
Olhei o relógio e eram quase oito e meia, ela já devia ter chegado, eu estava começando a ficar apreensivo.
Senti uma mão tocar o meu ombro, olhei por cima do mesmo e vi Zayn, ele sempre estava ali, todos os dias.
- Liam está tudo bem? “Ele disse cautelosamente”
- Ela está atrasada! (Eu afirmei, ainda olhando para a porta)
- Ela quem? “Ele perguntou confuso”
- A Seunome! “O ouvi suspirar”
- Ela não vai vim Liam! “Ele disse exausto”
- Sim, ela vai vim! (Eu gritei, e ele tirou a mão do meu ombro) – Eu sei que ela vai vim, ela me ama, ela vai voltar!
- Ela está morta! “Eu o ouvir gritar, me virei e me vi socar seu rosto, o mesmo caiu no chão”
- Não ela está viva! Eu sei que ela está viva! (Eu disse tentando segurar as lágrimas que queria cair)
- Não, ela está viva! Eu sei que ela está viva!
Eu o vi levantar do chão e passar a mão na boca, o mesmo balançou a cabeça negativamente.
- Liam você tem que superar, já faz muito tempo. “Ele disse cautelosamente” – Há muito tempo ela se foi, ela não vai voltar você precisa entender. Todos os dias você vai para frente dessa porta e fica aí feito um zumbi. “Ele fez uma pausa” – Eu sinto muito, todos nós sentimos, por que ela era e é uma pessoa muito querida, mas, você precisa seguir sua vida, ela iria querer que você fizesse isso, eu sei que é difícil. “Eu me virei o encarando” – Você estava lá, você viu o que aconteceu!
- Ela estava sorrindo para mim.. (Eu sussurrei, eu já não conseguia mais conter minhas lágrimas)

Flashback On:

01 de fevereiro de 2013

Estava eu, a (s/n) no banco da frente, eu estava dirigindo, Louis, Zayn e Niall estavam no banco de trás fazendo a maior zona.
Estávamos voltando da festa de aniversario de Hazz, estava frio e nevava, a pista estava quase toda coberta por neve, o que tornava a pista escorregadia, que significava que eu tinha que tomar o dobro de cuidado. O que era quase impossível já que havia muito barulho.
- Pessoal, por favor, eu preciso me concentrar, parem de gritar. (Eu disse olhando para os meninos, (s/n) que estava ao meu lado, colocou a sua mão sobre a minha assim que eu parei no sinal)
- São quase quatro horas, só tem agente na rua, e você ainda para no sinal? “Ela sorriu” – Às vezes você é certinho demais.
Ouvi os meninos sorrirem.
- Eu já disse que você é chata?
- E eu já disse que te amo?
Ela tirou o sinto de segurança e veio até mim, e me beijou. Aquele foi o nosso ultimo beijo, segundos depois senti algo bater na parte de trás do nosso carro, ouvi um barulho de vidro sendo despedaçado.
Minha visão estava embaçada, a única coisa que eu via era flashes das imagens como em um filme.

...

Assim que abri os olhos, fitei um teto branco cheio de luzes que podiam me cegar. Minha cabeça e meu corpo doíam.
Olhei para o lado e não vi ninguém, levei a mão até a cabeça, e avistei a minha aliança de noivado.
- Seunome... (Eu a chamei em um sussurro. Naquele momento vi Harry entrar no quarto acompanhando por Louis e Niall)
Harry: - Ele acordou, ah meu Deus! “Ele gritou alegremente” – Traga as pessoas até aqui! “Ele ordenou a Niall, que não conseguia conter suas lagrimas de felicidades”
Vi Harry se aproximar de mim, e pegar em minha mão. Ele também chorava, suas olheiras estavam profundos, parecia que ele não dormia a meses.
- Harry? (Eu disse meio confuso)
- Cara, eu podia te dá um beijo!
- Onde está a (s/n)? “Sua expressão mudou naquele momento, de felicidade foi para tristeza imediata. Suas lágrimas de felicidade se tornaram em lágrimas de dor. Naquele momento eu percebi que havia algo de errado” – Harry onde está a (s/n)? (Eu gritei)
- Eu sinto muito Liam, ninguém pode fazer nada, ela estava sem o cinto. “Ele tentava fizer em meio às lágrimas e os soluços” – Todos estavam de cinto, menos ela, o corpo dela foi lançado para o fora do carro!
- Harry... (Eu o repreendi, minha garganta ardia, meu peito queimava, eu sentia que estava perdendo o ar, sentia que era o meu ultimo fôlego de vida) – Traga ela aqui, por favor! (Eu disse chorando)
- Eu sinto muito, ela não resistiu aos ferimentos, ela se foi á três dias. “Ele disse por fim” – Ela está morta Liam, a (s/n) morreu!
Ao ouvir aquelas palavras senti que eu iria morrer me senti caindo em um poço sem fundo, me senti andando em um túnel sem luz.
Não, não podia ser verdade, o meu amor, a minha vida. Aquela ultima frase martelavam em minha mente, “A (s/n) morreu”. Eu não podia acreditar.

Flashback Off.

Me vi nos braços de Zayn chorando feito uma criança procurando o colo da mãe. Soluços, lágrimas, sussurros, era tudo o que eu conseguia fazer naquele momento.
Todos os dias eu ia para aquela porta esperando que ela entrasse e me abraçasse como fazia todos os dias. Eu esperava que ela fosse abrir aquela porta e me beijar, e dizer que me ama, ou que ela fosse me dá bronca por ter me esquecido de colocar o lixo para fora.
Todos os dias eu me pegava conversando com a lua, pedindo só mais um dia com a (s/n), na esperança de que ela esteja do outro lado, me escutando e falando comigo também.

 Todos os dias eu tento chegar até a ela, mais é impossível, mais eu sei que ela está em algum lugar lá fora, e tenho certeza que ela já me ouviu chamando, eu sei que ela está lá fora, em algum lugar longe.

Parte II

Bring Me To Life | Capítulo 12

em | Nenhum comentário:



Louis parou o carro na frente da minha casa, percebi que ele estava pensativo e curioso.
- O que foi Lui?
Ele me olhou.
- Nada.
- Tem certeza?
- Sim.
- Você está mentindo. (Eu o encarei) – O que está acontecendo?
- Não sei se posso dizer!
- Ah conta outra!
- É sério Liam.
Percebi que ele também estava preocupado.
- Louis prometo que não vou falar com ninguém.
Ele me olhou por um segundo até que resolveu abrir o bico.
- Aquela hora que eu sai da cafeteria era para encontrar Zayn.
- Até aí tudo normal!
- Ele me pediu para fingir que era irmão da (s/a) e brigar com ela, para poder livrá-los do policial.
- Policial?
- É Liam, acho que o policial ia levá-los para a delegacia, tive que fingir está bravo com ela, aí o policial os liberou!
- Foi só isso?
- Depois o Zayn foi para o outro lado do parque eu o vi comprar um refrigerante e jogar em algo, depois ele jogou no lixo!
- Não viu o que era?
- Nem quis perguntar, eu realmente fiquei assustado!
Ele dizia a verdade ele estava assustado e preocupado. Agora eu tinha certeza que tinha algo acontecendo.
- Tudo bem, vá para a sua casa e esqueça isso! Vou conversar com o Zayn!
Ele assentiu, sai do carro e Louis deu partida indo embora, mandei uma mensagem para Zayn dizendo que eu precisava falar com ele e que era urgente.
Entrei em casa, minhas irmãs estavam na sala assistindo TV.
- Se Zayn aparecer por aí o mande subir.
Fui para o meu quarto aproveitei para ir tomar banho. Zayn teria que ter uma ótima explicação.

...

Saí do banheiro e dei cara com Zayn sentado na minha cama.
- O que foi Liam?
Eu o olhei, e coloquei-me na frente dele.
- O que aconteceu no parque Zayn?
- O que?
- Não se faça de idiota, Louis me disse o que houve. Pare de enrolar e diga logo! O que está acontecendo?
- Sabia que ele ia abrir a boca!
- O que aconteceu?
- Seunome fugiu de casa e estão procurando por ela, o policial a reconheceu quando a viu no parque, então queria levá-la para a delegacia e chamar os pais dela.
Eu o olhei desconfiado.
- É só isso?
- Não, o pai dela batia muito na mãe dela, então ela fugiu já que sua mãe não queria pedir o divórcio por medo, a única alternativa que ela tinha era ir embora!
- Não sei se acredito no que você está dizendo. (Cruzei os braços encarando ele)
- Por que você acha que ela só anda olhando para os lados? Ela fica assustada, você viu você estava na cafeteria, ela vai faz o que tem que fazer e se tranca de novo no apartamento dela, ele está com medo!
- Então é por isso?
- Ela quer que você se afaste! Ela acha que o se o pai dela..
- Se o pai dela descobrir onde ela está, vai fazer mal a ela e as pessoas que estão perto dela!
- É isso!
- E por que você nunca falou sobre ela?
- Por discrição Liam.
Eu o olhei e agora ele parecia esta dizendo a verdade.
- Tenho que ir, estou com sono.
- Está bem, boa noite.
Ele saiu do quarto, fui para a janela e segundos depois o vi sair e entrar no carro.


...

Bring Me To Life | Capítulo 11

em | 4 comentários:

Bring Me To Life - Daniella Menezes    


                                                   Liam POV

Por um momento não dizemos uma palavra, só ficamos nos olhando.
- Você entrou na minha vida na hora certa.
Eu a puxei para mais perto de mim. Fui me aproximando de seus lábios lentamente.
- Liam..
Quando eu estava quase selando nossos lábios, ela virou o rosto, dei um beijo no rosto dela.
Senti meu rosto formigar de vergonha me afastei dela, meio minuto depois ele me olhou.
- Me desculpe Seunome.
- Está tudo bem, é só que agente acabou de se conhecer.
- Eu sou um idiota!
- Não Liam você não é.
- Sou sim, eu tentei te beijar!
- Você está carente, magoado, sentimental isso é normal depois de um término de namoro de tanto tempo e tão traumatizante, acredite em mim isso vai passar.
- Não, não vai! Assim que eu ti vi senti que tinha algo diferente, algo em você que eu precisava e preciso desvendar.
- Não tem nada comigo! Liam isso não passa de uma ilusão.
- O Zayn nunca falou de você, e agente sempre conta tudo, tudo mesmo, até os mínimos detalhes, não tem sentindo ele não ter falado de você!
- Nossa família não é muito apegada com sentimentos.
- Mentira! Zayn me disse que vocês são sempre carinhosos uns com os outros.
Ela passou a mão no cabelo.
- Não tem nada, eu só sou uma garota normal como todo mundo!
- Pode dizer o que você quiser, mais tem algo em você que me atraí que me fascina, que me deixa perdido e impressionado ao mesmo tempo. E seus olhos (Fiz uma pausa) – Seus olhos são tão profundos, queria desvendar os seus segredos, queria ver o que eles viram.
- Vai por mim Liam, você não ia querer ver o que eu vi e nem sentir o que eu senti.
- Quero cuidar de você sinto que eu tenho que fazer isso, mais meu senso me diz para ficar longe de você.
- É melhor seguir seu senso então. A única coisa que você precisa saber sobre mim e que quando eu me aproximo de alguém essa pessoa sempre sai machucada, coisas ruins acontecem.
- Eu não tenho medo!
- Devia Liam, você devia ter medo e devia ficar longe e de mim!
Eu vi verdade em seus olhos, vi também eles ficarem lacrimejados.
- Tem alguma coisa acontecendo Seunome?
- Tem várias coisas acontecendo, não quero que nada aconteça com você Liam não quero acordar todos os dias e me senti culpa pela mor...
Ele se calou.
- Não quer sentir culpa pelo que Seunome?
- Tenho que ir Liam.
Ela entrou no carro e deu partida vi o mesmo desaparecer na escuridão, meu relógio soou me informando que já eram nove horas e que eu devia ir para casa.
Fiquei ali por alguns segundos pensando no que a (s/a) tinha acabado de dizer “Não quero acordar todos os dias e me sentir culpada pela morte de alguém”, ela não terminou a frase, mais como diz o ditado ”para bom entendedor meia palavra basta ”, “para bom entendedor um pingo no I é suficiente”.
Agora mesmo que eu queria saber da vida dela, queria saber o que tinha acontecido no passado e o que estava acontecendo agora, queria também o porquê de Zayn nunca ter falado sobre ela, saber o porquê dela querer que eu fique longe, queria saber o porquê às pessoas se machucam quando estão perto dela.
E se ela estiver precisando de ajuda, se ela estiver encrencada, devendo alguém, sei lá qualquer coisa, algo estava acontecendo eu tenho certeza.
Eu iria colocar Zayn contra a parede e se ele não me falasse eu iria descobrir sozinho, não sei como mais eu ia.
Ela não entrou na vida por nada, eu não iria senti necessidade de ficar perto dela sem um motivo, eu não iria está curioso assim sem motivo tinha algo nela, algo que eu preciso descobrir.
Seus profundos olhos escondem alguma coisa, tem algo no olhar dela que me faz arrepiar, uma coisa que me atraí como um imã, o jeito que ela falava sempre olhando para os lados, uma hora estava iluminada e um minuto depois apagada, sombria.
Eu iria descobrir tudo, vírgulas, aspas, hífens, pontos finais tudo, eu iria saber quem é a verdadeira (Seunome e Sobrenome)
Senti uma mão em meus ombros interromper meus pensamentos, olhei rapidamente e vi Louis.
- Vamos Liam! Os meninos já foram.
- Onde está Zayn?
- Ele disse que tinha que resolver algumas coisas! Vou ti deixar em casa.
Assenti, caminhamos até o carro dele e entramos.
Zayn e Seunome eles escondiam algo, o que será? Eu preciso saber o que é.


...




♥♥ ¸.◦*´` ♥♥ >><< ♥♥ ¸.◦*´` ♥♥ ♥♥ ¸.◦*´` ♥♥ >><< ♥♥ ¸.◦*´` ♥♥♥♥ ¸.◦*´` 

Desculpe pela demora, eu estava ocupada, mais aí está mais um capitulo para vocês .. Um obrigado especial para a Bia que ficou conversando comigo no face, esses dias atras, um beijão amor .. E um agradecimento especial para a Tay que me presenteou (atrasada) com um meu contos vampiresco preferido CREPUSCULO, thanks you so much, chata ... Eu amo o Edward, ele é lindo.. É isso, um beijo e um abraço, e mais uma vez, desculpe a demora ...
♥♥ ¸.◦*´` ♥♥ >><< ♥♥ ¸.◦*´` ♥♥ ♥♥ ¸.◦*´` ♥♥ >><< ♥♥ ¸.◦*´` ♥♥ ¸.◦*´`