Image Map

Imagine Liam Payne | Nerd Love

em 22 de agosto de 2014 | 2 comentários:


Liam Payne. 
O garoto mais inteligente da escola, depois de mim claro, nós temos uma certa rivalidade desde que ele ganhou de mim na feira de ciência. Eu odiei isso, ainda mais porque ele ficou me provocando e praticamente esfregando a medalha de primeiro lugar na minha cara, enquanto eu tinha que me contentar com a de segundo. 
Mas esse ano eu com certeza vou ganhar, eu fiz sozinha um robô que traduz em cinco línguas diferentes e tive o maior cuidado para que ninguém ficasse sabendo antes do dia tão esperado por mim e meu rival. 
Eu sou uma garota normal, nerd para a maioria das pessoas e não tenho muitos amigos, apenas a Jade, minha quase irmã. Liam não é muito diferente de mim, tem cinco amigos, ama tecnologia e é um gato. Tudo bem que eu e ele não nos gostamos, mas isso não faz dele um cara feio. 
Acabei de adrentrar os portões da escola e a primeira pessoa que vejo é o Liam encostado em uma árvore, me olhando entrar. 
Liam: Preparada pra perder amanhã... - disse assim que passei por ele - De novo? - me acompanhou 
Eu: Acho que você está alucinado, eu ganharei Liam querido. - sorri 
Liam: Eu vou acabar com você dois anos seguidos! 
Eu: Acorda Liam, você não é o único inteligente daqui. - sorri debochada - Eu vou acabar com o seu egocentrismo! 
Liam: Do mesmo jeito que acabei com o seu, ano passado?! - debochou 
Eu: Como você mesmo disse está no passado, amanhã é futuro. - retruquei 
Liam: Típico discurso de uma perdedora! 
Ele saiu andando assim que avistou Harry, um de seus amigos.
 Liam tem o dom de me deixar irritada, mas eu vou fazê-lo baixar a bola, mas essa é minha vez de ganhar. 
... 
Finalmente a feira de ciências, esperei esse dia durante um ano. Liam Payne que me aguarde. 
Hoje cheguei mais cedo e deixei minha mesa já arrumada no ginásio, há mais três mesas antes da minha, eu seria a última a expor meu projeto. 
Finalmente deu a hora de começar, Liam se colocou na mesa ao lado da minha e os outros garotos que nunca fiz questão de olhar. O professor de Ciências e jurado já se posicionava em frente a mesa do primeiro concorrente. 
Assim que o professor chegou a mesa de Liam, o mesmo me olhou com um olhar convencido e tirou o pano que cobria seu projeto. 
Eu: Um gerador de Van de Graaff? Serie que é esse seu projeto?  
Liam: Você não conseguiria fazer um desses! - apontou pro seu projeto 
Eu: Não só faria, como tenho um desse em casa! - debochei 
Professor: Senhorita ainda não chegou sua vez! 
Liam apresentou seu trabalho que não é lá tão engenhoso assim, tirando algumas duvidas de alguns alunos que estavam vendo a exposição. 
Professor: Agora sim é o seu projeto! - disse em frente a minha mesa e Liam já estava ao seu lado me encarando com certa curiosidade. 
Eu: Bom, eu estive trabalhando nesse projeto à um ano, desde a feira no ano passado... - me virei para pegar meu mini robô na mochila - E creio eu que esse será o vencedor! - encarei o Liam deixando meu projeto a mostra 
Liam: E o que essa coisa faz? - desdenhou
Eu: Calma, 'querido'! - liguei o meu robozinho - Ele traduz o seu idioma atual em cinco línguas diferentes. - todos me encararam - Uma demonstração: Eu odeio você! em espanhol... - "te odio" disse meu robô - em dinamarquês...  - "Jeg hader dig" - francês... - "je vous déteste" - holandês... - "Ik haat je" - e finalmente bósnio... - "Mrzim te". 
Liam: Essa coisinha não vale o primeiro lugar.  - olhou para o professor    
Professor: Tem certeza rapaz? Esse invento pode ajudar várias pessoas! - me olhou - Parabéns (seu nome) você é dona do projeto campeão! - me entregou a medalha - E Liam o seu é o segundo melhor! - o estendeu a medalha e Liam pareceu estar digerindo tudo que aconteceu 
Eu: Eu disse a você Liam, como se sente agora? - ri e o mesmo me olhou trincando os dentes 
Professor: Estão todos dispensados! 
Peguei meu robô, coloquei de volta na  mochila e sai devagar admirando minha medalha. Ela sinceramente é mais bonita quando está comigo. Sentir meu braço ser puxado me fazendo virar. 
Liam: Isso ainda não acabou, você ganhou mas eu quero o meu prêmio. - me olhou nos olhos 
Eu: Aceita Liam, você perdeu! - disse colocando a mão que segurava a medalha atrás das costas 
Liam: Não é disso que eu estou falando, é disso aqui... - e sem aviso ele me beijou, no começo eu tentei resistir, mas acabei me deixando levar pelo beijo bom dele.  
Xxxx: É isso ai Liam! - nos afastamos e olhamos seus amigos e Jade parados nos olhando 
Jade: Eu disse que isso ia terminar em namoro. - comentou de onde estava  
Liam: Quem sabe possamos trabalhar em um projeto juntos pro ano que vem. 
Eu: Não vejo a hora de começarmos! 
Esse mini foi de um pedido que Dani me passou, mas ela não lembra quem pediu.
Seja quem for, espero que goste!
Bye!

Imagine Liam Payne | Dia dos Pais

em 14 de agosto de 2014 | Nenhum comentário:



Eu estava no banheiro e eu suava frio. Estava muito, muito nervosa, também admito que eu estava morrendo de medo. Fechei os olhos e respirei fundo.
Molhei as mãos e logo em seguida joguei água no rosto, me olhei no espelho e vi que eu estava sem cor, eu estava pálida, também não era para menos. Respirei fundo mais uma vez, e olhei o teste de gravidez. Tirei o mesmo da embalagem, e comecei a lê as instruções.
...
Eu estava sentada no chão do banheiro com a cabeça entre os joelhos, eu estava com o exame nas mãos, eu acabará de vê o resultado e agora eu estava desesperada. Comecei a pensar no que eu iria fazer.
O que eu vou dizer? O que eu vou fazer? Deuses eu só tenho 19 anos. Eu só tenho uma casa mal consigo manter, mal consigo pagar minha faculdade e as contas da casa. Deuses me ajudem!
Entre um pensamente e outro, ouvi batidas na porta, e logo em seguida ouvi a voz de Liam.
Liam: - Amor você está aí?
Eu não queria responder, eu não queria vê ele, o que eu ia dizer. E novamente ouvi a ele dizer.
– Seunome, está tudo bem? Amor está acontecendo alguma coisa?
Se eu não respondesse tinha certeza que em menos de um minuto ele quebraria aquela porta. Optei por respondê-lo.
- Só um segundo Lee.
Levantei e destranquei a porta, saí do banheiro e Liam se encontrava em pé na frente da porta e me olhava com um olhar de preocupação, ele usava um short preto e eu estava com sua camisa do Batman.
- O que aconteceu meu amor? Você está pálida!
Ele disse colocando a mão no meu rosto e logo em seguida me arrastou até a cama para que eu pudesse sentar.
- Eu estou ótima amor! “Menti”
- Tem certeza? “Ele perguntou desconfiado, ele sempre sabia quando eu estava mentindo”
- Absoluta!
- Tudo bem, então se arrume, vamos para casa da minha mãe, ela vai fazer um almoço do dia dos pais para o meu pai!
Ele disse indo em direção ao banheiro.
- Liam? “Eu o chamei e imediatamente ele me olhou” – Pre... Preciso dizer algo!
Eu comecei a gaguejar, senti que minhas mãos começaram a suar.
- Diga meu amor.
- Bom, é... É que bom... “Comecei a mexer as mãos sem parar, eu sempre fazia isso quando eu estava nervosa”
- O que foi? Por que está nervosa? “Ele me observou”
- É que.. Eu não quero estragar sua carreira, não quero que pense que eu pretendo tirar algum proveito disso.
- Não estou te entendo! Tirar proveito? Estragar minha carreira? Do que você está falando?
Levantei e andei até ele, peguei em sua mão e o trouxe até a cama, sentamos na mesma, fiquei segurando a mão dele.
- Sabe o quanto eu te amo né? “Eu o olhei e ele fez que sim com a cabeça” – Bom, eu vou começar a dizer, então não me interrompa, entendeu?
- Sim. “Ele disse”
- Eu sei que o tempo pode afastar agente, como ele já fez uma vez..
- O nosso amor não é como era antes, hoje ele está mais forte e nada me separar de você! “Ele disse me interrompendo”
- Disse que não ia me interromper!
- Mais você está me assustando falando essas coisas eu em, até parece que alguém morreu!
- Não, ninguém morreu se trata da vida.
- Vida? “Ele perguntou confuso”
- É, vida de outra pessoa!
- Não estou te entendendo!
Peguei o teste e coloquei o mesmo na mão de Liam, ele pegou o objeto e o observou mesmo com o teste na mão ele pareceu não entender o que eu tentava dizer.
- Feliz dia dos pais!
Eu disse por fim, com os olhos cheios de lágrimas. Liam me olhou espantado, vi seus olhos ficarem lacrimejados. E der repente ele me puxou para o seu colo e me abraçou fortemente, parecia um abraço de quem não se via há anos. Ele começou a beijar meu pescoço, depois minha bochecha, até parar em meus lábios, nos beijamos. Segundos depois ele selou.
- Eu te amo Seunome. “Ele sussurrou em meu ouvido” – Esse é o melhor presente que você poderia ter me dado, um filho. Meu filho, nosso filho! Eu te amo, te amo te amo.
Olhei-o e comecei a sorrir.
- Eu te amo Liam.
Sorrimos um para o outro, em minha mente veio tudo que passamos brigas, risos, festas, brincadeiras, tudo, tudo.
- Eu te amo e vou te amar para sempre, minha pequena e perfeita Seunome. “Ele colocou a mão na minha barriga e sorriu” – Você não faz idéia do quanto já é amado, do quanto já é importante para mim meu filho.
Nos olhamos novamente e voltamos á nós beijar.

...

Imagine Harry Styles | Dia dos Pais

em 11 de agosto de 2014 | 4 comentários:



É dia dos pais e meu marido não está em casa, ontem foi a comemoração na escola de Darcy nossa filha de cinco anos. Ela ficou um pouco chateada já que todos os pais de seus colegas foram e Harry não. Eu conversei com ela e esse assunto está parcialmente resolvido.
Eu estou planejando uma surpresa, pois, nos dias das mães eles me presentearam com uma viagem há três para a Disney.
Estamos eu e Darcy hospedados no mesmo hotel que o Hazza, e o mesmo nem desconfia. Acontece que Harry está em turnê com a One Direction que mesmo depois de anos continua um sucesso. É meio suspeito eu falar sendo uma fã deles, mas eles se superam a cada dia, tanto na música quanto na amizade que eles criaram, são realmente uma família.
Olhei meu telefone e resolvi ligar para Harry, pra saber como anda as coisas.
Eu: Harry? - disse assim que o celular foi atendido no quarto toque
- Não (seu apelido), é a Lou!
Eu: Oi Lou como está?
- Estou ótima, mas espere um pouco que seu maridão está se trocando. - riu
Eu: Ok. Ele está te dando muito trabalho?
- Você sabe como o Styles é, ainda é muito difícil ele deixar eu tocar naquele cabelo. - ri
Eu: É eu sei!
- Bom ele chegou aqui, até mais.
Eu: Até Lou, beijo. - esperei alguns segundos
Harry: Oi Amor!
Eu: Oi Hazza, você vai poder voltar para casa?
Harry: Amor eu tentei, mas não consegui. - eu podia sentir a tristeza em sua voz
Eu: Poxa Harry. E Darcy? - eu me sinto tão mal por faze-lo se senti culpado, mas é preciso.
Harry: Amor eu tentei, infelizmente eu não sou a maior voz daqui e tenho que cumprir a agenda.
Eu: Ok!
Harry: Onde está Darcy? Quero falar com ela.
Eu: Está brincando, espere um pouco que eu vou chamá-la. - caminhei até o quarto da suíte e a vi sentada brincando com suas bonecas - Darcy, o papai quer falar com você.
Darcy: Papai! - gritou e correu até mim e passei o celular para ela. - Oi papai! - disse alegre
...
Darcy: Eu estou bem. - sorriu
...
Darcy: A mamãe conversou comigo, eu não estou triste. - me olhou
...
Darcy: Não a mamãe não está brava! Nós estamos... Onde estamos mesmo mamãe?
Eu: Na casa de uma amiga! - menti, eu sei que é feio mas...
Darcy: Na casa da amiga dela. - falou ao Harry
...
Darcy: Eu te amo também! - sorriu e passou o celular pra mim
Eu: Oi. - disse assim que o peguei
Harry: Desculpa?
Eu: Não precisa se desculpar, não estou brava.
Harry: Eu te amo!
Eu: Eu também te amo muito, mas tenho que desligar!
Harry: Ok tchau!
Desliguei. Meu plano entraria em ação agora. Eu iria até o quarto de Harry com Darcy e nosso presente.
Eu: Vamos ver o papai, filha? - perguntei a olhando
Darcy: Vamos! - pulou animada
Caminhei até a mala e tirei de lá a pequena caixa que continha o presente, andei até Darcy e segurei sua mão. Saímos em direção ao elevador, já que o quarto de Harry fica um andar à cima do nosso. 306, esse era o quarto de Harry, paramos em frente e bati na porta.
Quando ele abriu, dava para notar claramente surpresa estampada em sua face.
Darcy: Papai! - ela o abraçou pelas pernas e o mesmo a pegou no colo.
Harry: Oi querida. - beijou sua testa
Eu: Eu não ganho beijo? - fiz bico
Harry: Claro que sim amor, mas achei que estivesse brava. - selou nossos lábios - Entrem!
Entramos e nos sentamos no sofá de seu imenso quarto de hotel.
Eu: Filha entrega  o presente do papai. - dei-lhe a caixa e ela o entregou
Harry: Obrigada mulheres da minha vida. - sorriu alternando o olhar de mim para Darcy - O que será? - se perguntou desfazendo o laço
Eu: Espero que goste! - eu disse na expectativa
Harry: É uma chupeta? - perguntou sem entender
Eu: Olha no fundo. - ele olhou e tirou de lá um envelope
Harry: O que é isso? - me olhou curioso
Eu: Abra e leia - e assim ele fez, abriu e passou os olhos sobre o papel
Harry: E-eu vou, vou ser pai de novo? - gaguejou
Eu: Não gostou do presente? - brinquei
Harry: Eu-eu amei! - falou com lagrimas nos olhos
Darcy: Porque está chorando papai? Você está triste? - perguntou inocente
Harry: Não querida, o papai está feliz, muito feliz! - sorriu
Eu: Nós estamos felizes! - passei a mão sobre a minha barriga - Está vindo um novo Styles! - sorri
Harry: Ou uma nova! - me abraçou - Obrigado por mais um dos melhores presentes da minha vida, primeiro você, depois Darcy e agora o pequeno Styles. - beijou minha barriga - Eu amo muito vocês!

Cheguei um pouco atrasada, o dia dos pais foi ontem. :/ Está ai mais um mini e espero que gostem!bjos, bye!